O centrismo é a derrota

Rafael Boulair

O avanço do reacionarismo e do fascismo puro e duro não nos deve fazer recuar  posições e aceitar o mal menor que o centro-esquerda oferece. Continue reading “O centrismo é a derrota”

Anúncios

A armadilha italiana

Rafael Boulair

Na noite de domingo[1], Renzi caiu finalmente. A efemeridade do seu mandato explica-se pela instabilidade crónica do sistema político italiano. Com uma crise política no horizonte, o jogo volta a abrir-se e o panorama não podia ser mais desolador: a farejar o poder estão Berlusconi, um palhaço e a extrema-direita, num contexto de total ausência de uma força de esquerda capaz, coerente e mobilizadora. Recuando ao passado podemos certamente encontrar razões para o estado da esquerda italiana, como adiante veremos. Continue reading “A armadilha italiana”

França: um país e um povo levantados do chão

Rafael Boulair

«É bem possível que estejamos a fazer algo de extraordinário. O poder tolera as nossas lutas quando são locais, setoriais e dispersas. Hoje mudamos as regras do jogo.» Assim falava o economista marxista Frédéric Lordon, no dia 31 de março, dirigindo-se à multidão que se estava reunida na Place de la République, no coração de Paris. Continue reading “França: um país e um povo levantados do chão”